220419-vacina-baixa-procura

MS amplia público-prioritário da vacinação contra gripe

Apenas 8% do público-alvo se vacinou no Acre até o momento

O Ministério da Saúde determinou que a partir desta segunda-feira (22) os profissionais das forças de segurança e salvamento, também fazem parte do público-prioritário da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza.

Com essa medida do MS, no Acre, as 90 mil doses da vacina que foram distribuídas em Rio Branco deverão receber um reforço para garantir a cobertura de pelo menos 90% do público alvo, ou seja, cerca de 72 mil pessoas.

Na capital acriana a campanha de vacinação contra a influenza teve inicio no último dia 8, dois dias antes da abertura nacional. No primeiro momento, o público-alvo envolvia crianças de seis meses até seis anos, grávidas, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, professores, pessoas privadas de liberdade e com doenças crônicas.

De acordo com a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Socorro Martins, a equipe da vigilância epidemiológica está em alerta, pois, de acordo com ela, a procura pela vacina está bem abaixo do esperado. “A procura não foi a que nós estávamos procurando, já que nós temos números de casos confirmados circulando, então a procura ainda não está como esperado. Nós já vacinamos em média 8% do nosso público alvo e a nossa meta é vacinar 90%”.

A expectativa é de que a procura fique mais intensa nos últimos dias da campanha.

Na policlínica Barral y Barral, pequenas filas já podem ser observadas, o que representa sinal de uma melhor aceitação por parte do público-alvo.

“Vale a pena tomar a vacina, melhor do que pegar essa gripe doida, faz cinco anos que eu tomo e percebo que faz efeito, pois não tenho nenhum sintoma de gripe”, concluiu a aposentada, Fátima Páscoa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*