060217-politica-protestoterminal-tvgazeta

Mudança em itinerário provoca novo protesto de usuários

Moradores da parte alta alegam que mudança foi ruim

Moradores da parte alta da cidade voltam a fazer manifesto contra a decisão da RBTrans de mudar os itinerários dos bairros Alto Alegre, Irineu Serra e Tancredo Neves. Segundo os usuários, a mudança trouxe uma série de prejuízos, principalmente aos trabalhadores que não conseguem chegar no emprego no horário certo.

O grupo de manifestantes era pequeno: apenas 10 pessoas fizeram o fechamento da rua que fica em frente ao terminal do bairro Adalberto Sena. Mesmo com pouca quantidade, eles conseguiram causar um caos no trânsito. Precisou que os agentes da RBTrans ajudassem os motoristas a encontrar os desvios.

Os manifestantes mostraram mais de 400 assinaturas dos moradores dos bairros: Alto Alegre, Tancredo Neves e Irineu Serra. Eles reclamam das mudanças feitas nos itinerários dos ônibus.

Antes, o coletivo saia direto do bairro ao Centro. Agora, os usuários pegam o coletivo no bairro e precisam descer no terminal do Adalberto Sena. Para chegar ao Centro, precisam esperar outro ônibus.

“Só que essa demora tem causado muitos prejuízos”, disse a moradora Gesilene Quadros. Ela conta que está com medo de perder o emprego com tantos atrasos. “Eles não podem decidir e causar transtornos aos moradores. Estamos reclamando das mudanças há mais de um mês e ninguém faz nada. É um absurdo”, reclamou.

Depois de quase uma hora de movimento, um funcionário da articulação política da Prefeitura de Rio Branco, Aílton Castro, foi conversar com o grupo e prometeu uma reunião com a RBTrans para que juntos possam encontrar uma saída para o problema.

“Não se faze mudanças no sistema para causar esse tipo de transtorno. O importante agora é sentar conversar e buscar o melhor para os moradores”, prometeu.

Há mais de um mês, os moradores da parte alta da cidade reclamam da mudança nos coletivos. A RBTrans tomou a decisão sem conversar com os mais interessados: os moradores, e mesmo os usuários do serviço reclamando, a prefeitura continua mantendo os itinerários.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*