070519-politica-mudanças

Mudanças no governo repercutem na Aleac

Magalhães diz que a impressão é que a equipe está sem rumo

Durante sessão realizada na manhã desta terça-feira (07) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) parlamentares se reuniram para falar sobre as mudanças no primeiro escalão do governo.

Como parte da minirreforma administrativa, as trocas de alguns nomes, antes consideradas apenas especulações, agora partem para a prática.

Na edição de hoje do Diário Oficial, doze decretos chamaram atenção. Um exonerava o Secretário de Estado de Polícia Civil, o outro, logo na sequência, nomeava o então delegado José Henrique Maciel para o cargo.

No primeiro dia como líder do governo na Aleac, o deputado Luiz Tchê (PDT), já enfrentou uma série de cobranças. O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), foi um dos que questionou mais essa troca de secretários. Para Magalhães, em quatro meses de governo, a impressão que fica é de uma equipe perdida e completamente sem rumo.

“Está tudo confuso, o governo está sendo marcado até o momento pelo desencontro, não tem uma equipe, a equipe que foi formada foi pelo modelo da partilha, foi entregue pedaços para determinadas forças que estão em disputa e na hora da disputa tem que fazer as trocas. É um governo que ainda não começou”, disse Edvaldo Magalhães.

Em defesa, o líder do governo na Aleac, Luiz Tchê, apresentou uma série de pontuações que justificariam as trocas e projetariam expectativas futuras.

“Os deputados que antes eram oposições agora são base e dentro desse processo cada um cuidava de si e agora precisa cuidar do governo então nós temos algumas mudanças sendo feitas para tentar achar o caminho certo. A partir de agora as coisas estão mudando e eu tenho certeza absoluta que o governo já está no caminho certo, o problema é que demora um pouco para dar os resultados”, explicou Tchê.

Outra mudança anunciada foi no comando da Polícia Militar do Estado onde sai o Coronel Mário César e quem assume é o Coronel Ezequiel Bino, mas vale lembrar que essa mudança ainda não foi publicada no Diário Oficial.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*