100217-politica-passagem-cedida2

Novas ações devem ser formalizadas contra aumento

Oposição alega falta de transparência

O vereador Roberto Duarte e representantes do partido Rede Sustentabilidade alegaram que a direção da RBTrans descumpriu ordem judicial que determinou transparência no processo que deve culminar com o aumento no preço da passagem de ônibus da Capital.

A pequena sala da autarquia, sediada na Rodoviária Internacional de Rio Branco acolheu os integrantes do Conselho de Transporte. A situação ficou mais tensa quando um integrante da Prefeitura de Rio Branco entrou para participar da reunião, deixando parlamentares, estudantes e representantes do movimento comunitário do lado de fora.

“O que está acontecendo aqui é o descumprimento de uma ordem judicial que exigiu transparência no processo”, disse Gabriel Santos, advogado da Rede Sustentabilidade.

“O conselho decidiu aqui que nós não podemos entrar, que será de portas fechadas, contrariando o que diz a liminar da ação popular”, avaliou o vereador Roberto Duarte.

A direção da autarquia mediava a reunião do Conselho de Transportes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*