Banner JoaoCorreia

O PMDB é o único partido de oposição no Acre, diz Correia

Ex-deputado quer Vagner Sales na disputa pelo governo

Protagonista de muitas polêmicas, o ex-deputado Federal João Correia mais uma vez mexe com os pilares da política, e dessa vez, a metralhadora está com a mira para seus parceiros de oposição. Numa entrevista concedida à Gazeta.Net, na manhã desta quinta-feira, 9, em sua casa, ele mandou um recado bem curto aos que vivem do discurso de oposição. “O único partido verdadeiramente de oposição nesse estado é o meu PMDB. Todos os outros caciques de siglas que falam em nome da oposição vieram da Frente Popular. Veja os nomes: Petecão, Gladson (Cameli), Márcio Bittar, Bocalom e outros”, resumiu.

A entrevista era apenas para falar sobre a volta de Fernando Melo à Frente Popular. Durante o período das convenções, Melo e João Correia foram manchetes quando o PMDB foi escolher seu candidato à prefeitura de Rio Branco. Na verdade, o PMDB, através do deputado federal Flaviano Melo, já tinha escolhido Fernando Melo. João Correia apenas se lançou numa luta solitária. Hoje, com Melo voltando para a frente popular, ele mostra que estava certo. “Era mais do que certo que o Fernando não conseguiria passar essa imagem de oposição, ele era um dos homens de confiança do PT por muitos anos”, disse.

Para João Correia, a volta de Fernando Melo para a Frente Popular é uma jogada de inteligência do governador Tião Viana, levando junto os votos que Fernando sempre conseguiu nas urnas. Já para a oposição restou o aprendizado, e defendeu que o PMDB deve ser o principal partido nessa eleição, inclusive com candidatura própria ao governo.

Outra defesa que o ex-deputado federal faz é quanto à diversidade de candidaturas dentro da oposição. Critica seriamente quem fala é um só nome, que não dá oportunidades para outros candidatos e para a população escolher.  No final da entrevista, João Correia disse que só não lançou seu nome para candidatura ao governo porque pretende ver Vagner Sales na disputa, mas se o prefeito de Cruzeiro do Sul não se lançar, ele quer ser o representante do PMDB nas urnas. Será mais uma polêmica futura?

Deixe uma resposta