thumb jvelula

“O PT não pode virar uma federação de tendências”, diz JV

Senador acreano esteve com o ex-presidente Lula nesta sexta

Às vésperas do PT/AC ir para uma das eleições mais acirradas dos últimos anos, com as tendências divididas em torno de duas candidaturas, o senador Jorge Viana (PT) usou sua página no Facebook para fazer algumas “recomendações” ao partido.
 
Viana está em São Paulo onde se encontrou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No próximo domingo os diretórios do PT em todo o Brasil vão esscolher seus novos dirigentes.
 
“O presidente também falou sobre o cuidado que devemos ter no PT, com as alianças, especialmente com as divergências internas. Eu mesmo acho que esse é um dos problemas em que a gente não ganha nada e perde muito”, diz ele
 
“Tudo o que a gente conquistou até aqui foi com união de todos, muito trabalho e sacrifício. Lamentavelmente alguns, depois de tanta batalha, ainda não aprenderam essa lição. O nosso PT não pode virar uma federação de tendências. Se isso ocorrer, vamos envelhecer precocemente”, observou ele.
 
Jorge Viana tem sido um dos maiores críticos por este momento de acirramento no PT, com as tendências se engalfinhando pelo comando do partido. Em recente entrevista ele declarou que seria bom o partido estar unido em torno de Ermício Sena, da tendência Democracia Radical (DR).
 
Ermício enfrenta a oposição de Sibá Machado, apoiado pelas tendências mais à esquerda, que reclamam da falta de espaço nas tomadas de decisão.

Deixe uma resposta