Banner GE-Ermilson-Junho

Para Ermício Sena, não se pode desqualificar grandes institutos

Para as eleições de outubro, a FPA conta com 281 candidatos

A Frente Popular do Acre realiza nesta sexta-feira, 27, a convenção dos quatorze políticos que formam a base do governo estadual. A praça da Juventude, no bairro Cidade Nova, será o local do evento. A expectativa é que cinco mil pessoas compareçam ao lançamento das candidaturas majoritárias e proporcionais.

Para as eleições de outubro, a FPA conta com 281 candidatos para ocupar as 24 cadeiras da Assembleia Legislativa. A expectativa do presidente regional do Partido dos Trabalhadores, PT, é que entre cinco e seis candidatos sejam eleitos para a Câmara dos Deputados.

Mesmo com uma chapa forte, Ermício Sena relembrou 2010. “Passamos um perrengue nas eleições. Tinha gente com salto alto achando que estava ganho”, enfatizou. Sobre as pesquisas de intenções de votos, ele disse que não se pode desqualificar os grandes institutos.

Confiante, Sena acredita que é possível reeleger o governador Tião Viana(PT) ainda no primeiro turno. O principal argumento levantado é a falta de planos dos partidos que fazem oposição no estado.

No próximo domingo, 29, a presidente Dilma Rousseff(PT) visita Rio Branco. A principal agenda é a entrega de casas na ‘Cidade do Povo’. Ermício lembrou que a presidente visitou os acreanos no pior maior da história, durante a enchente do rio Madeira. “Ao contrário do que a oposição diz, a Dilma nunca esteve tão bem no Acre. O governo está perto do povo”, finalizou.

As declarações de Ermício Sena foram dadas ao programa ‘Gazeta Entrevista’ exibido na noite da última quinta-feira, 26.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*