Trabalhadores da saúde de Senador Guiomard anunciam paralisação

Manifestação tem por objetivo aumento no valor do vale alimentação e retomar negociações do PCCR

Os núcleos do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac) e o Sindicato dos Profissionais Auxiliares e Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros do Estado do Acre (Spate), do município de Senador Guiomard, convocam todos os trabalhadores da rede municipal de saúde para participarem da paralisação na próxima quarta-feira (10), às 7 horas em frente à Prefeitura.

A paralisação tem, dentre outros objetivos, retomar as negociações do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) e garantia do aumento no valor do vale alimentação para os trabalhadores em saúde do município.

Segundo o representante do núcleo do Sintesac de Senador Guiomard, Francisco Aguinaldo Cláudio Martins, desde 2012 os trabalhadores estão sem reajuste de salário, tendo sido incluído um valor referente à adicional de insalubridade, que, no entanto, deixará de ser pago em janeiro de 2022.

Ainda segundo Aguinaldo, já foram tentadas várias negociações com a prefeita do município, Rosana Gomes, inclusive já se tem uma minuta do PCCR pronta, porém a assessoria da prefeitura alegou que não tem como conceder as alterações e reivindicações dos trabalhadores e que não tem previsão de revisão para o ano de 2022.

“Uma das propostas da prefeitura é retirar a insalubridade a partir de janeiro e transformar o valor de R$ 250,00, do adicional, em vale alimentação, que seria acrescentado aos R$ 100,00 que atualmente são pagos de vale, totalizando R$ 450,00”, comentou Martins.

Os trabalhadores da saúde afirmaram que a paralisação é certa, decidida em Assembleia Geral, e já foi comunicada às autoridades. Informaram, ainda, que seguirão na tentativa de negociação e para que não haja uma greve é necessária que a prefeitura atente aos pontos de reivindicação propostos pelas categorias da saúde, que são:

  • Reconhecimento de todos os trabalhadores concursados da SEMSA no PCCR, bem como suas respectivas gratificações de direito;
  • Anexar a complementação de salário dos trabalhadores;
  • Substituição do adicional de insalubridade pelo acréscimo de R$ 250,00 no vale alimentação, conforme proposta dada pela prefeitura;
  • Acréscimo de mais R$ 100,00 de vale alimentação, conforme vem sendo solicitado pelo Sintesac desde o começo do ano, além do valor proposto pela prefeitura, totalizando R$ 450,00 de vale;
  • Aumento de R$ 100,00 na gratificação dos servidores atuantes no Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e no Programa de Saúde da Família (PSF);
  • Aumento de 17% em cima do salário base dos trabalhadores, que poderão ser divididos em três etapas a iniciar no mês de abril (base dos trabalhadores);
  • Início da revisão do PCCR, por categoria, no mês de julho de 2022.

Deixe uma resposta