trejulga

Pedido de vista adia julgamento de Rodrigo Damasceno

Processo trata da cassação do prefeito de Tarauacá

No final da tarde desta terça-feira (15), o TRE adiou pela terceira vez, a decisão sobre a cassação do mandato do prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno.

Depois de ler 51 laudas, o desembargador Samoel Evangelista, que havia pedido vista do processo na sessão anterior, votou contra o recurso que pede a cassação do mandato do prefeito de Tarauacá, Rodrigo Damasceno. Segundo o desembargador, tanto testemunhas quanto o contexto dos autos, oferecem dúvidas e não são suficientes para cassar o mandato de Damasceno.

 Por enquanto o prefeito tem 2 votos contra e dois a favor da cassação. Na sequência da sessão, o juiz federal Naiber Pontes de Almeida pediu vista do processo. O juiz tomou posse na semana passada e vem procedendo dessa forma nas últimas sessões.  Este é o terceiro pedido de vista do recurso.

A ação é movida pela coligação de Marilete Vitorino, chapa concorrente nas últimas eleições do atual prefeito de Tarauacá. A acusação é de compra de votos, distribuição de brindes, divulgação de pesquisa eleitoral não registrada, entre outros.

Para o advogado da coligação, Francisco Valadares, o resultado do julgamento deve ser aguardado com expectativa de cassação. “O desembargador não aderiu a tese da captação de ilícito, por que no entendimento dele as provas são insuficientes para o provimento do recurso, o que não foi acompanhado pela Doutora Alexandrina, nem pelo Doutro Lóis e agora nós temos o Doutor Naiber  para dar o voto do desempate e prosseguir o julgamento”, disse.

 

Deixe uma resposta