thumb geraldopereiraGE

Pereira diz que empréstimos fazem Acre sobreviver

Saúde arrebatou a maior parte dos recursos: R$ 678 milhões

A previsão da peça orçamentária para o ano que vem é de R$ 5,3 bilhões. Apesar dos números, a maior parte, 96%, tem destino certo. Sobram 4% para o governo realizar investimentos. As informações foram dadas pelo deputado Geraldo Pereira, do PT.

O parlamentar ainda justificou os empréstimos realizados pelo governador Tião Viana(PT) neste ano. “Por isso que o estado está conseguindo sobreviver”, argumentou.

A Saúde arrebatou a maior parte dos recursos: R$ 678 milhões. O aumento que mais chamou atenção foi a do Ministério Público.  O repasse passou de R$ 47 milhões para R$ 100 milhões.

Questionado sobre os pouco mais de R$ 200 milhões destinados a Defensoria Pública, Pereira afirmou que a fragilidade da instituição ocorre no país inteiro. “Não faltará dinheiro para a defensoria”, expôs.

Em relação as eleições do próximo ano, Geraldo não é contra a candidatura de atuais secretários de Tião Viana. “Sou a favor que meu partido cresça”, enfatizou.

Na Assembleia, o deputado vai apresentar requerimento para homenagear três ex-governadores acreanos que, segundo ele, contribuíram com a interligação rodoviária do estado.

A proposta é colocar o nome dos gestores em pontes. Orleir Cameli(ponte de Cruzeiro do Sul), Edmundo Pinto(4ª ponte de Rio Branco) e Jorge Kalume(3ª ponte da capital).

Deixe uma resposta