FPA-2

Perpétua Almeida é a candidata ao Senado pela FPA

Aníbal Diniz (PT) anunciou desistência no sábado, 15

Em evento realizado na manhã desta segunda-feira, 17, no AFA Jardim, com a participação de militantes da FPA, parlamentares e secretários de Estado, a deputada federal Perpétua Almeida (PC do B) foi oficialmente apresentada como pré-candidata ao Senado pela FPA.
No sábado, a cúpula petista esteve reunida e na ocasião Aníbal Diniz (PT) anunciou a desistência de concorrer à cadeira de senador. Segundo Aníbal, essa decisão foi tomada mediante os apelos da unidade da Frente Popular e dos interesses maiores da coligação.

Bastante eufórica, a deputada federal e pré-candidata ao Senado, Perpétua Almeida, elogiou a atitude de Anibal afirmando que a renúncia dele foi um gesto de grandeza. Na sequência, agradeceu o apoio irrestrito do PC do B e do governador Tião Viana (PT).
“Eu sei que tem gente triste, mas eu também fiquei triste na época da prefeitura, quando eu queria ser a candidata e o escolhido foi o Marcus Alexandre (PT), mas hoje eu sei que tudo tem a hora certa para acontecer. Queria te agradecer Tião, porque tu foi porreta em defender essa unidade. Aníbal tu deu uma lição de moral para todos nós aqui com teu gesto de renunciar a disputa pelo senado”, disse.  
O governador Tião Viana elogiou o senador Aníbal Diniz e destacou o que ele considera grande gesto em prol da união da Frente Popular.

Aproveitando o ensejo, o deputado comunista, Moisés Diniz leu uma declaração elogiando Anibal e pedindo desculpas, em nome do partido, por eventuais ofensas.
“Se em alguma coisa nós o ofendemos, pedimos desculpas. Sabemos que a sua renúncia é um ato de grandeza. Sei da batalha interna que você deve ter travado”, disse, dirigindo-se a Aníbal.
O presidente regional do PT, Ermício Sena, afirmou que Aníbal Diniz possuía toda a legitimidade para disputar a reeleição, mas mesmo assim preferiu renunciar em prol de Perpétua Almeida.
Jorge Viana (PT) reconheceu todos os serviços prestados por Aníbal Diniz (PT) e disse que o senador está dando uma grande contribuição para a união de todo o grupo político e não apenas do partido.
Ao lado de Perpétua Almeida, Anibal fez um longo discurso afirmou que esta foi uma decisão bastante difícil, porém, o mais importante é a unidade da FPA.
“Eu combati o bom combate, mostrando que este mandato, historicamente, foi conquistado pelo PT, mas antes de qualquer coisa, eu tenho disciplina partidária e o PT entendeu que este é o melhor para a união da FPA e me sinto orgulhoso de renunciar para apoiar alguém como a Perpétua Almeida”, diz.
Quanto ao envolvimento na campanha da pré-candidata ao Senado, o parlamentar foi categórico e afirmou que se empenharia ao máximo para conseguir eleger a companheira de coligação.
“Quero pedir que nos empenhemos pela eleição da companheira Perpétua Almeida. Eu quero dizer que fiz muitos pronunciamentos no Senado, não foram poucos defendendo a tese de mais participação das mulheres na política e é isso que estou fazendo. Eu não estarei pela metade nessa campanha. Estou de coração nessa batalha”
Em relação ao pronunciamento de Moises Diniz, nas redes sociais nos últimos dias, Anibal disse que o companheiro comunista passou do limite, mas, crê que seja possível reverter a situação.
“Moisés cometeu exageros nas redes sociais e minha esposa respondeu um tom acima, mas creio que vá sobrar um minutinho para a Perpétua ir lá e conversar sobre política com a Elizângela, minha esposa. Não será pelo voto de Elizângela que a Perpétua não vai se eleger”, finalizou.

Deixe uma resposta