thumb cledsonrocha

Prefeito de Mâncio Lima volta a ter problemas com o TCE

Prestações de contas de diárias complicam Cleidson Rocha

O prefeito Cleidson Rocha, de Mâncio Lima, voltou a ter problemas com as finanças. Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado reprovaram o relatório referente aos gastos de 2009, aplicando duas multas que somadas chegam a R$ 19,4 mil e a obrigação, de, no prazo, de 30 dias, devolver aos cofres do município R$ 51.832,00. O dinheiro é referente ao pagamento ilegal de diárias.

Em 2009, Cleidson gastou R$ 214 mil com viagens, só que esse valor ultrapassou o valor fixado no decreto assinado por ele mesmo. A prestação de contas das diárias foi entregue sem qualquer critério, para começar, o nome do prefeito estava errado, existem casos onde a pessoa viajou a dois lugares ao mesmo tempo.

Outro problema encontrado foi na locação de  caminhões. Um  gasto que chegou a R$ 34,4. O prefeito contratou os veículos sem licitação, quando a lei determina que gastos acima de R$ 8 mil deve ser feita a pesquisa de preços. Cleidson ultrapassou o valor permitido com o gasto de pessoal. O Executivo pode usar até 54% do orçamento com a folha de pagamento,  Cleidson passou dos 57%.

As irregularidades levaram os conselheiros a decidir pela devolução dos recursos gastos sem explicação e as multas.  E por ter deixado de fazer o levantamento de preços para o aluguel de veículos, o TCE vai enviar o processo ao Ministério Público Estadual.

Deixe uma resposta