Prefeitura de Rio Branco anuncia abono salarial para os professores municipais

Informações foram dadas em coletiva organizada na manhã desta quarta-feira

Na manhã desta quarta-feira, 17, o prefeito Tião Bocalom (PP) e a secretária de educação do município Nabiha Bestene Koury, concederam uma coletiva de impressa para tratar sobre pagamento do abono aos servidores da educação municipal efetivados que trabalham nas escolas.

Segundo a Secretária de Educação, “como o Fundeb teve um aumento de 16.5%, avivamos com essa possibilidade de dar esse abono, porém estamos fazendo uma consulta aos órgãos de controle para que realmente a gente possa fazer o que nós estamos pensando. Serão beneficiadas todos aqueles que estão na escola, sejam professores, sejam pessoal de apoio”. Não foi especificado de quanto seria esse abono, ou quando sairia para os profissionais da educação, pois para tal repasse seria necessário um estudo e uma consulta ao Tribunal de Contas.

Foi afirmado ainda que o total de beneficiados seria de 1543 professores e 1195 entre profissionais como coordenadores de ensino, coordenadores administrativos, merendeiras e etc., no total sumaria-se 2738 funcionários aptos a receber o abono.

Sobre o retorno as aulas, Nabiha afirmou, “as aulas já iniciaram e que nós estamos chamando 99 profissionais que foi de um concurso de 2019, 2020 e aqui tem também os motoristas que nós estamos precisando que são 8 motoristas, porque nós estamos com problema de vacância alguns faleceram alguns, aposentaram, então nós vamos chamar 91 profissionais e mais 8 motoristas porque a lei, o decreto 173 me impede de que eu chame além da conta”.

Concluindo, Bestene falou sobre o Kit Merenda, que saiu no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quarta-feira, “O kit merenda ele é distribuído a todas aquelas crianças que ficam em casa, e que embora o ensino ainda esteja sendo remoto, híbrido, com ingestão na escola, outros estão em casa enquanto isso devido a pandemia nós estamos já montamos os kits vão ser entregues nas escolas para que chegue lá o aluno. Olha, nós não vamos fazer pelo Bolsa Família. Por determinação do prefeito e é o que diz a legislação, nós vamos entregar a todos os alunos da nossa rede, que estão matriculados”.

Deixe uma resposta