Rio Branco terá um orçamento de R$ 1,4 bilhões em 2022

Tião Bocalom contará com um percentual de 30% a mais que esse ano de 2021

A Prefeitura de Rio Branco possuíra no ano de 2022, um orçamento de R$ 1,4 bilhões. O prefeito Tião Bocalom contará com um  percentual de 30% a mais que esse ano de 2021, o qual equivale a R$ 410 milhões. Além disso, essa proposta de lei orçamentária já está na Câmera dos Vereadores.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra), a qual é responsável pela obras na cidade de Rio Branco, irá receber 60% de recursos. Serão repassados R$ 310 milhões, um valor acima dos R$ 180 milhões, o qual foi dado no ano de 2021.

Além dessa secretaria ter um orçamento maior que 2021, a  Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa) vai trabalhar também com o percentual de 140% para o ano de 2022.

Ademais, ela irá contar com quase R$ 25 milhões. A Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade (SMZC), a qual é responsável pela limpeza de Rio Branco, passou dos R$ 64 milhões para R$ 86 milhões.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) contará com R$ 274 milhões, 60% maior que 2021, e a Secretaria Municipal de Educação (Seme) terá um repasse de R$ 273 milhões, o qual equivale a R$ 50 milhões a mais.

Para conseguir ter um orçamento maior em 2022, a Prefeitura de Rio Branco conseguiu recuperar R$ 152 milhões em convênios que estavam perdidos desde de 2008. Além disso, a economia desse ano foi de R$ 80 milhões, e também garantiu que não gastou 72 milhões, que ficou da gestão passada. Somando todo esse dinheiro, a Prefeitura acredita que vai ter um montante suficiente para encher de obras a cidade de Rio Branco no ano de 2022.

“Nossas prioridades foram definidas tanto pelo planejamento do governo, quanto na constituição do nosso plano plurianual. Ele teve como referência os 17 indicadores do desenvolvimento sustentável, e para cada área de melhorada, nós temos trabalhado um planejamento estratégico, que atenda o que a gente consiga desenvolver e colocar em pratica esses recursos, e assim possam ser executados até o final da gestão”, afirmou a secretária de planejamento Neiva Azevedo.

Apesar dessas secretarias citadas acima terem um grande repasse, outras como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), receberá 11 milhões de reais, e a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), terá o orçamento de 25 milhões de reais.

A Câmera dos Vereadores também receberá um valor para gastar a mais no ano de 2022, passará de R$ 31 milhões de reais para R$ 34 milhões. O valor calculado pelos 17 vereadores, chega a R$ 2 milhões de reais por cada parlamentar.

Com informações de Adailson Oliveira

Deixe uma resposta