210219-barbeiro-exames 410 305

Prefeitura divulga relatório final de exames

Nenhum deu positivo para doença de Chagas

A iniciativa de realizar o mutirão de exames foi da Secretaria Municipal de Saúde, 3 mil e 511 exames parasitológicos foram feitos para detectar a doença de Chagas. A coleta, que envolveu consumidores de açaí de Rio Branco, foi realizada entre os dias 4 e 21 de fevereiro a partir de uma suspeita de contaminação, todas as pessoas que consumiram açaí vendido nas proximidades do mercado Elias Mansour foram convocadas, mas nenhum caso positivo foi acusado.

“A vigilância cumpriu o seu papel de fazer a investigação das pessoas que consumiram e foram descartadas, tem dois que ainda são suspeitos, mas é da doença de chagas crônica, então não vai ter relação com o consumo de açaí. A principal contaminação da doença de chagas é através das fezes do barbeiro que pode ser encontrado no açaí que não seguiu as boas práticas da manipulação do fruto”, disse o Coordenador em Vigilância em Saúde, Felix Araújo.

Diante disso, os batedores de açaí, para poderem trabalhar na legalidade, precisam se regularizar. O processo inclui, além da rotulagem e procedência, técnicas de manipulação do fruto e de boas maneiras.

“Todas aquelas pessoas que estavam atuando de maneira informal foram notificadas. Elaboramos um decreto que regulamenta a profissão ou essa categoria de batedores de açaí no município de Rio Branco”, esclareceu o Secretario Municipal de Saúde, Oteniel Almeida.

Genival Souza comercializa açaí há quase 35 anos. Ele, assim como vários outros batedores do fruto, foi prejudicado pela suspeita de contaminação. Os clientes sumiram do mercado por medo de contrair a doença. Agora, melhor capacitado do que antes, e com todos os laudos e procedimentos exigidos em dia, já está de volta às atividades.

“O que está errado a gente vai procurar ajeitar e serve de experiência para todo mundo, não é só para um. A movimentação está melhorando e eu já estou providenciando outra máquina para agilizar o processo do açaí”, concluiu Genival.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*