230317-politica-marcelomacedo-tvgazeta

Prefeitura nega aumento da alíquota do IPTU

Secretário diz que atualizou valor venal de alguns imóveis

Uma reunião está marcada para essa sexta-feira entre vereadores e a secretaria de finanças de Rio Branco. Chegaram denúncias à Câmara de que o IPTU está mais caro esse ano.

Os vereadores querem saber se houve mudança na alíquota ou no valor venal dos imóveis, que é a base para a cobrança do imposto.

O secretário de Finanças de Rio Branco, Marcelo Macêdo, negou qualquer aumento de alíquota. Segundo o gestor, alguns imóveis estavam com o valor venal muito baixo.
A prefeitura teve que regularizar o cadastro e, por isso, o IPTU ficou mais caro. De uma maneira muito resumida, entende-se “valor venal” uma estimativa do custo de construção de um imóvel somado ao preço do terreno (tendo como referência a área, o tamanho).
Mas, nem todos os imóveis passaram por esse processo. “Essa regularização do cadastro pode até levar o imóvel a ter redução do valor a ser pago. Muitas vezes, o proprietário do imóvel ampliou a casa e o valor venal ficou o mesmo. Agora, só regularizamos”, explicou.

Todos os anos a prefeitura faz uma estimativa de arrecadação com o IPTU, mas a inadimplência é tão alta que consegue apenas um terço dos recursos desejados.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*