200319-iptu-prefeitura

Prefeitura retoma campanha ‘IPTU em Dia dá prêmios’

Município quer reduzir número de inadimplência

Prefeitura de Rio Branco realiza campanha para incentivar o contribuinte a regularizar contas pendentes do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

De acordo com o levantamento da prefeitura, em 2018, o município chegou a arrecadar com o imposto R$35 milhões, mas deixou de receber outros R$ 25 milhões com o IPTU não pago. Uma inadimplência de, aproximadamente, 40%.

“A Prefeita Socorro Neri determinou a retomada do ‘IPTU em Dia dá prêmios’. A ideia básica do programa é que se você estiver com seu IPTU totalmente regularizado até o final de 2019, você vai concorrer a um carro e três motos”, disse o Secretário Municipal de Finanças, Edson Rigaud.

O IPTU é uma arrecadação não vinculada, ou seja, ele pode remunerar qualquer despesa da prefeitura. Os investimentos mais cobrados pela população são saúde, educação e infraestrutura. Hoje, quem lidera a lista de reclamações, são os buracos. “Os vereadores que precisam fiscalizar e cobrar da prefeita para tapar os buracos. Eles falam tanto, exigem tanto, mas na hora da política que é para fazer o papel deles, nenhum se manifesta”, reclamou o caminhoneiro, Lucas Galvão.

A cabeleira Eronildes Fernandes mora há décadas no mesmo endereço. Ela conta que já passou por várias situações, mas que atualmente, a falta de manutenção da rua tem causado muitos transtornos para a comunidade. “Eu entendo que tem muita chuva, está atrapalhando, não vale muito a pena, mas poderiam conseguir pedaço de concreto e colocar pelo menos para amenizar a situação”, declara.

A prefeitura tem conhecimento desse problema e não tira a razão da comunidade. O secretário explica que algumas medidas já foram tomadas e que parte da arrecadação do imposto pode sim, vir a contribuir para que serviços de infraestrutura sejam realizados.

Rigaud garantiu que a prefeitura reduziu as despesas, fez o ajuste fiscal e com isso ela direcionou mais R$ 15 milhões para infraestrutura e, além disso, a proposta é investir R$ 50 milhões e uma parte certamente será de arrecadação de IPTU.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*