thumb gilbertodiniz

“Presença da presidente no Acre foi um acidente”, afirma Gilberto

Vinda de Dilma a Rio Branco pautou a Aleac nesta manhã

Parlamentares da situação e oposição, durante sessão ordinária na manhã desta terça-feira, 18, fizeram questão de registrar a passagem da presidente Dilma Rousseff (PT) no Acre, no último sábado.

O líder do Partido dos Trabalhadores na Casa do Povo, deputado Geraldo Pereira, ressaltou que o PT sempre soube que no momento certo a presidente viria ao Estado. “A oposição sempre cobrou a presença da presidente aqui no Acre. Sempre soubemos que no momento certo ela estaria aqui e ela o fez. Veio para garantir e fortalecer as parcerias com o governo e prefeitura de Rio Branco, além de garantir a construção da ponte do Rio Madeira, coisa que a oposição enquanto estava a frente do país nunca o fez. Agora, nós do PT, com a presidente Dilma, faremos”.

“O líder do governo, deputado Astério Moreira (PEN) também comentou sobre a importância da presença de uma autoridade nacional em solo acreano. “Não precisaria falar da importância da vinda de Dilma, pois, todos já estão comentando. Minimizar a vinda da presidente é um ato mesquinho, pois, tem um peso importante, da mesma forma que presença de qualquer dirigente nacional da oposição tem relevância ao Estado. Dilma veio em um momento de dor, de luta no Estado, pois, estamos praticamente isolados via terrestre do resto do país. A presença dela é um sinonimo de respeito, consideração e solidariedade ao povo acreano”.  

Em contrapartida ao discurso da situação, o deputado oposicionista Gilberto Diniz (PTdoB) afirmou que a presença da presidente foi um acidente. “Fico vendo o líder do PT falar sobre a importância de Dilma no Acre. Ora, ela esteve aqui por mero acidente. Deveríamos agradecer ao governador de Rondônia que permitiu que a presidente estivesse aqui, no momento em que marcou uma agenda com ela. Se não fosse devido essa agenda no Estado vizinho provavelmente ela não teria colocado seus pés no Acre”.

O também deputado da oposição Major Rocha (PSDB) retrucou a pronunciamento do lider do governo na Casa do Povo quando o mesmo afirmou que a oposição não deu importância a presença da presidente no Acre.

“Quero registrar aqui na tribuna da Aleac que a presença de Dilma foi e é de extrema relevância ao estado. A oposição em nenhum momento tentou ou tentará minimizar sua vinda ao Acre. Só lamento que ela tenha vindo em um momento crítico. Gostaria que ela viesse em um outro momento, com mais tranquilidade, pois, assim, poderíamos mostrar o verdadeiro Estado do Acre. Nem tudo são flores como o governador tentou demosntrar a presidente”.

De acordo com Rocha, o momento agora é de cobrar o cumprimento das promessas feitas pela presidente. “Ela se copmprometeu a iniciar as obras sobre o Rio Madeira e, sem sombra de dúvida, vamos cobrar a execução da obra”, finalizou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*