300517-politica-railsoncorreia-tvgazeta

Presidente da CPI do Transporte explica ausência

“Uma semanazinha não vai atrapalhar”, defende Correia

Depois de desaparecer nessa segunda-feira, data marcada para os depoimentos dos empresários do transporte coletivo em Rio Branco, o presidente da CPI, vereador Railson Correia, apareceu na sessão da Câmara na manhã dessa terça-feira.

O parlamentar justificou o sumiço dizendo que houve problemas no embarque, mas nada vai atrapalhar os trabalhos da comissão e, pela terceira vez, remarcou as oitivas dos empresários para o dia 5 de junho. “Uma semanazinha não vai atrapalhar. A CPI vai continuar, vamos manter as oitivas e depois prepararemos o relatório”, afirmou.

Os depoimentos dos empresários foram desmarcados duas horas antes do horário marcado, o que irritou a oposição. Segundo o vereador Roberto Duarte (PMDB), existem dois suplentes na comissão, bastava convocar um deles e manter os depoimentos.

“Esses suplentes existem para isso. Faltou alguém, eles completam a comissão. Não houve respeito com ninguém, dá para ver como essa CPI vai terminar”, duvidou.

Dos cinco membros da CPI do transporte coletivo, três são da base do prefeito: o presidente Railson Correia (PTN); o relator Jackson Ramos do mesmo partido de Marcus Alexandre e o terceiro membro Eduardo Farias (PCdoB), líder do prefeito.

Os dois da oposição são: Célio Gadelha (PSDB) e Roberto Duarte (PMDB). Como tem a maioria na comissão, a base consegue derrubar e aprovar o que for melhor para a prefeitura.

Exemplo: o prefeito Marcus Alexandre não vai depor, apesar de a oposição ter apresentado um requerimento pedindo explicações do gestor que assinou os contratos.

A oposição já tem uma série de documentos que comprovam irregularidades nos contratos assinados entre as empresas e a prefeitura, mas não existe a certeza de que esses documentos serão anexados ao relatório final.

Como tudo é votado, a base de Marcus Alexandre vai evitar qualquer problema ao prefeito.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*