thumb fernando-m

Projeto de lei quer impedir demissão de cobradores

As empresas já cogitaram retirar os cobradores

Um projeto do vereador Fernando Martins (PC do B) quer impedir que as empresas dos transporte coletivo demitam os cobradores dos ônibus, e obrigue os motoristas a fazer a dupla função que é dirigir e receber o dinheiro da passagem.
Em alguns estados essa atividade é normal, e segundo Fernando Martins, se faz necessário que o poder público impeça que a moda chegue por aqui. Atualmente as duas empresas que comandam o serviço na capital mantém em seus quadros 250 cobradores.
O projeto de lei ainda será analisado pela comissão de legislação e Justiça da câmara.
O diretor da RBtrans, Ricardo Torres, disse que o projeto de lei é precipitado. As empresas já cogitaram retirar os cobradores, mas, para isso, precisaria mudar a estrutura dos itinerários.
Atualmente a bilhetagem eletrônica atinge apenas 54% das vendas das tarifas, o restante, são pessoas que pagam em dinheiro. Seria necessário que 70% dos usuários tivessem o cartão. “Se for para o motorista ter que receber o dinheiro e ainda passar o troco ficaria mais difícil e perigoso, e por enquanto, a prefeitura não quer essa mudança”, explicou.

Deixe uma resposta