thumb DavidFriale

PSDB aposta em Friale como puxador de votos

Tucanos fecham chapa para Assembleia Legislativa do Acre

O PSDB filiou nesta terça-feira (1º) o meteorologista Davi Firale para fechar a chapa de candidatos a deputado estadual no próximo ano. Ao todo os tucanos terão 40 candidatos à Aleac (Assembleia Legislativa do Acre), e apostam no pesquisador como um dos puxadores de voto da legenda. Nos últimos anos Friale ganhou notoriedade na sociedade acreana por conta de suas previsões do tempo.

Friale diz ainda não pensar em candidatura ao Parlamento, mas diz estar disposto  contribuir para o fortalecimento dos debates. Segundo dirigentes do PSDB, Friale pode ser um bom nome para atrair os chamados “votos de protesto”, podendo sair como um dos mais votados para deputado.

O PSDB sairá sozinho na disputa pela Aleac. Hoje o partido tem duas cadeiras na Casa e pretende ampliar este número para quatro. “O PSDB é o único partido de oposição que tem todas as condições de eleger quatro deputados estaduais”, diz o presidente Márcio Bittar.

Já os partidos nanicos que flutuam em torno do PSDB vão sair num “chapão”. PPS, PMN, PR e Solidariedade pretendem ter 60 candidatos. Estas legendas se uniram como questão de sobrevivência e atrair lideranças que não estavam dispostas a concorrer em partidos que hoje ocupam acentos na Aleac.

Para o secretário-geral do PPS, Souza Neto, a aliança pode eleger até três candidatos. Já para deputado federal o número de candidaturas é reduzido, assim como a perspectiva de cadeiras conquistadas. Das oito vagas do Acre na Câmara, Bittar calcula que o grupo terá condições de ficar com duas. Somente o PSDB terá seis candidatos.  

O PSDB enfrenta dificuldades somente para encontrar mulheres dispostas a concorrer em 2014 ao Parlamento. O partido ainda não atingiu a cota prevista na legislação eleitoral de participação feminina nas chapas. A previsão é que até sexta, quando o prazo se encerra, “tucanas” aportem no ninho. 

Deixe uma resposta