Thumb oposição

PSDB e PMDB selam acordo para 2014

Parte da aliança já tinha sido antecipada por Agazeta.net

Os dois principais partidos de oposição ao governo do PT no Acre, PSDB e PMDB, selaram na manhã deste domingo acordo por candidatura única ao Palácio Rio Branco em 2014. Os tucanos têm a pré-candidatura do primeiro-secretário da Câmara dos Deputados, Márcio Bittar, e os peemedebistas apresentam o nome do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales. As duas legendas também estão comprometidas em apoiar Gladson Cameli (PP) ao Senado.

Reunidos na sede do PSDB em Rio Branco, presidentes de oito partidos de oposição firmaram o pacto pela união da oposição e a construção de um plano de governo consistente a ser apresentado nas eleições do próximo ano. A aliança entre PSDB, PMDB e PP já tinha sido antecipada por Agazeta.net na última quarta.

Assim como a reportagem também mostrou, o anúncio do pacto oposicionista será feito nesta segunda-feira (4) no auditório da Assembleia Legislativa. Integram o grupo PSDB, PMDB, PP, Solidariedade, PR, PPS, PMN e PTdoB. Juntos, estes partidos se unem para formar a principal força adversária da Frente Popular em 2014.

Sérgio Petecão (PSD) e Tião Bocalom (DEM), pré-candidatos ao governo e convidados para o encontro, não compareceram. Com a aliança, os dois ficam isolados dentro da oposição ao defenderem duas candidaturas como a melhor estratégia para enfrentar o governo e provocar o segundo turno.

Segundo fontes. Márcio Bittar e Vagner Sales mostraram disposição em fazer concessões na construção da candidatura majoritária. “Tanto o Márcio quanto o Vagner se dispuseram em abrir mão da candidatura para quem estiver melhor politicamente”, diz um dirigente tucano. A perspectiva é que PSDB e PMDB formem a cabeça de chapa. Para o Senado todos os partidos estão comprometidos em apoiar Gladson Cameli.

Deixe uma resposta