thumb henriqueafonsoGE

“PT está preparando o cenário para se perpetuar no poder”, diz Henrique Afonso

Para deputado, durante 20 anos, PV foi apenas ‘figurante’ na Frente Popular

“Não estamos tendo crise interna no PV”, a declaração do deputado federal Henrique Afonso é uma resposta direta a secretária-geral da Casa Civil e militante do Partido Verde, Márcia Regina. Ela afirmou que apenas uma minoria apoia a ida da sigla para a oposição.

Henrique rebateu e disparou: “eles[que defendem permanência do partido na FPA] são minoria da minoria. Desconheço qualquer diretório municipal que esteja dessintonizado com o projeto do PV.” Afonso ainda pediu para Márcia filiar-se ao PT.

Pré-candidato ao governo, Afonso descartou qualquer possibilidade de intervenção na sigla verde. De acordo com o parlamentar, durante 20 anos, o PV atou como um ‘figurante’ na Frente Popular do Acre. Ele fez duras críticas ao Partido dos Trabalhadores.

“O PT está preparando o cenário para se perpetuar no poder. Alternância de poder enobrece a democracia”, argumentou. Afonso ainda falou em manobras do governo para emparelhar entidades sindicais e ter total controle na Assembleia Legislativa.

Ele desaprovou a atitude de Marcus Alexandre(PT) em pedir os seis cargos do PV na administração municipal. Henrique afirmou que o papel desempenhado pelo partido contribuiu para garantir a eleição do atual prefeito da capital.

Sobre a aliança formada com outros dois pré-candidatos ao palácio Rio Branco, Sérgio Petecão(PSD) e Tião Bocalom(DEM), Henrique Afonso disse que o diálogo vai definir quem está em condição para disputar o cargo. “Se Deus quiser, vou me viabilizar para ser candidato ao governo”, informou.

Já em relação a um possível de Marina Silva(PSB), Henrique afirma que o contato foi realizado. “Ainda não consegui dialogar com Marina. Aguardo com ansiedade”, expôs. As declarações foram dadas ao jornalista Alan Rick, em participação ao programa ‘Gazeta Entrevista’, da última sexta-feira, 29.

Deixe uma resposta