260117-politica-rbtrans-cedida

RBTrans apresenta planilhas a vereadores

“Não apresentamos antes porque não tinha sido concluído”

O diretor superintendente da RBTrans, Gabriel Forneck, protocolou junto à Câmara de Vereadores 17 cópias com as informações referentes à planilha de custos analisada pelo Conselho de Transporte Público que pode votar nesta sexta-feira o aumento da passagem de ônibus.

Forneck alega que os documentos não foram entregues antes “porque o estudo não havia sido concluído”. Na prática, a medida do superintendente responde à reclamação feita pelos vereadores Roberto Duarte (PMDB) e Lene Petecão (PSD) que apontaram “falta de transparência” da autarquia em relação ao processo de análise que pode resultar em aumento no preço da passagem.

“Não há falta de transparência porque o Conselho de Transporte é uma instância consultiva, não é deliberativa. Qualquer pessoa que desejar, pode fazer o pedido e participar das reuniões e dos debates”, pontua. “Não tem direito a voto, mas pode se inteirar de todo o processo”.

O diretor-superintendente também rebate a afirmação feita pelo vereador Roberto Duarte de que o atual Conselho de Transporte está “à margem da lei”. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Rio Branco rebate essa informação.

Apresenta as leis, formuladas desde a gestão do prefeito Adalberto Aragão, passando por Jorge Kalume até chegar à última revisão do texto proposto pela então vereadora Eliane Sinhasique, em agosto de 2013.

Ao longo de todo esse período, a regulamentação do Conselho de Transporte foi sendo acomodada às diversas situações referendadas pelos diferentes atores políticos. A última alteração, proposta por uma parlamentar do próprio partido do vereador, modificou a composição do Conselho Municipal de Transportes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*