230119-politica-perda-alianças

Relação entre vereadores e prefeitura está estremecida

Mudança de secretariado tem repercussão negativa 

Com as mudanças no secretariado, a prefeita Socorro Neri conseguiu a fúria de muitos petistas e pode ver uma nova configuração de aliados na Câmara de Vereadores depois da exoneração de secretários ligados ao PT. 

Do Partido dos Trabalhadores ficou apenas Oteniel Almeida da saúde.

A retirada de alguns nomes causou mais indignação que de outros.

O vereador Mamed Dankar, não grava entrevista sobre o assunto, mas, nas redes sociais informou que não faz mais parte da base de apoio da prefeita e agora está numa linha independente. Dankar ficou revoltado com a retirada do secretário de agricultura, Jorge Fadel.

A fala de Dankar pode ser a nova configuração da base de Socorro Neri na câmara, que pode perder aliados.

O líder do PT na câmara Rodrigo Forneck, disse que oficialmente o partido ainda não avaliou as mudanças da prefeita.

Uma reunião deve acontecer na próxima semana apontando as diretrizes do PT para o ano de 2019, disse Forneck. “Vamos nos reunir para analisar toda a conjuntura e como devemos proceder nos próximos meses. Acredito que continuaremos com a mesma base defendendo o projeto político no qual a prefeita também abraçou e que agora não é justo largar”, disse.

O vereador não acredita que a derrota nas urnas e as mudanças da prefeita, que estão sendo tratadas como traição por muitos petistas, não vão colocar em risco a existência da Frente Popular. “A frente popular é feita de vários partidos, não será tão fácil desmanchar esse união que já vem há 20 anos”, explicou.

Quanto à postura do vereador Mamed Dankar, Rodrigo Forneck disse que tudo não passou de uma fala levada pela emoção. “Eu vi meu irmão Gabriel Forneck, ser retirado da RBTrans e nem por isso está revoltado com a prefeita. Não conversamos ainda, mas acredito que o Dankar pode mudar de ideia”, acredita.

 

Relação entre vereadores e prefeitura está estremecida

Mudança no secretariado pode gerar perda de alianças

Com as mudanças no secretariado, a prefeita Socorro Neri conseguiu a fúria de muitos petistas e pode ver uma nova configuração de aliados na Câmara de Vereadores depois da exoneração de secretários ligados ao PT.

Do Partido dos Trabalhadores ficou apenas Oteniel Almeida da saúde.

A retirada de alguns nomes causou mais indignação que de outros.

O vereador Mamed Dankar, não grava entrevista sobre o assunto, mas, nas redes sociais informou que não faz mais parte da base de apoio da prefeita e agora está numa linha independente. Dankar ficou revoltado com a retirada do secretário de agricultura, Jorge Fadel.

A fala de Dankar pode ser a nova configuração da base de Socorro Neri na câmara, que pode perder aliados.

O líder do PT na câmara Rodrigo Forneck, disse que oficialmente o partido ainda não avaliou as mudanças da prefeita.

Uma reunião deve acontecer na próxima semana apontando as diretrizes do PT para o ano de 2019, disse Forneck. “Vamos nos reunir para analisar toda a conjuntura e como devemos proceder nos próximos meses. Acredito que continuaremos com a mesma base defendendo o projeto político no qual a prefeita também abraçou e que agora não é justo largar”, disse.

O vereador não acredita que a derrota nas urnas e as mudanças da prefeita, que estão sendo tratadas como traição por muitos petistas, não vão colocar em risco a existência da Frente Popular. “A frente popular é feita de vários partidos, não será tão fácil desmanchar esse união que já vem há 20 anos”, explicou.

Quanto à postura do vereador Mamed Dankar, Rodrigo Forneck disse que tudo não passou de uma fala levada pela emoção. “Eu vi meu irmão Gabriel Forneck, ser retirado da RBTrans e nem por isso está revoltado com a prefeita. Não conversamos ainda, mas acredito que o Dankar pode mudar de ideia”, acredita.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*