Banner Ruifalcao

Rui Falcão afirma que não existiu o “mensalão”

Presidente nacional do PT insiste na tese, apesar da condenção

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, foi o entrevistado do Gazeta Entrevista desta quinta-feira (13).

A respeito da visita ao estado, o presidente do PT disse ter ficado muito entusiasmado, disse ainda que o Acre é um dos principais estados do país em matéria de políticas públicas voltadas à saúde e educação.

Perguntado sobre o porquê que o PT não tem obtido vitória no Acre para presidência, ele disse: “eu imagino que houve um certo distanciamento, uma certa acomodação nossa, talvez por tantas realizações e vitórias sucessivas, imaginando que as coisas se transmitissem automaticamente, a popularidade do prefeito e governador, passasse para os nossos candidatos à Presidência da República.”

Ele falou também a respeito da proposta feita pelo Governador Tião Viana para que a presidente Dilma venha ao Acre para inauguração da “Cidade do Povo”. Apesar da expectativa, ele não confirmou a visita da presidente, tendo em vista que ela tem uma extensa agenda para cumprir.

Sobre as polêmicas envolvendo políticos do partido, o presidente do PT afirmou que houve um crime eleitoral e que este já havia prescrito, mas garantiu que nunca houve “mensalão” (pagamento de mensalidades para deputados) e que nunca houve utilização de recursos públicos para financiamento de campanhas eleitorais.

“Não nos conforta saber que todos os outros fazem isso não justifica que nós tenhamos feito, esse foi o nosso erro, mas um erro que não justificava aquele julgamento.” Afirmou ele se referindo ao julgamento do mensalão.

Quanto ao PT ganhar ou não as eleições para presidência, Rui foi enfático: “não há nenhuma eleição tranquila”.

Deixe uma resposta