061117-politica-hospitaldasclinicas-gleilsonmirandaagenciadenoticiasdoacre

Saúde pública é problema para 34% da população

Pesquisa Vox Populi foi feita em 17 municípios

A pesquisa Vox Populi identificou empate técnico entre os dois principais candidatos ao Governo do Estado, mas, os dados levantados pelos pesquisadores vão muito além da eleição no ano que vem. A pesquisa aponta os setores onde o próximo governo vai ter que se preocupar.

Ao perguntar na espontânea quais os principais problemas, a Saúde ficou em primeiro lugar com 34% das respostas. Em segundo, veio Segurança Pública com 30%; Educação, em terceiro, teve 14%; Geração de Emprego 7%; Estradas e Rodovias 6% e Combate a Corrupção 4%.

Quando se divide as perguntas entre a Capital e o interior, os números mudam. A Segurança Pública ou a falta dela é a maior preocupação de quem mora em Rio Branco, com 36% das respostas. No interior, foram 24%. A Saúde ficou em segundo lugar na Capital com 35% e o interior com 32%.

O morador do interior mostra maior preocupação que o da Capital quando os temas são Educação e Emprego e Infraestrutura. Em 17% das respostas, apontaram preocupação com Educação contra 10% da Capital. A geração de emprego preocupa 9% da população do interior contra 5% de Rio Branco e a rodovia foi problema para 8% no interior e 4% em Rio Branco.

Avaliando áreas especificas, o Governo do Estado teve avaliação positiva de 41% no abastecimento de água e 34% negativa. Em julho, a avaliação positiva era de 52%. Houve uma queda substancial.

No quesito alfabetização de adultos, a média positiva foi de 37% e a negativa 24%; Esporte e Lazer 34% consideraram positivo. Nesse item 28% avaliaram como negativo. Já a qualificação de jovens teve aprovação de apenas 28% dos entrevistados, enquanto 37% consideraram negativa a atuação do governo nesse setor.

A Educação foi avaliada como “positivo” por 22% dos entrevistados e 33 % avaliaram como negativa a performance do governo. Na habitação, 26% apontam como “positivo” e 33% negativo. Quando o assunto era esgoto (Infraestrutura) o governo ficou pior ainda, foram 16% positivo e 59% negativo.

A geração de empregos foi uma ação vinculada ao Governo positivamente para apenas 5% dos entrevistados e 74% classificaram como “negativas” as iniciativas do estado nessa área. O combate á corrupção foi onde o Governo do Acre foi pior avaliado: apenas 8% consideram que o Governo formulou políticas de combate eficazes. Mas, para 78% a ação de governo foi “negativa”.
Esses números mostram onde o governo atual deve melhorar e quem for entrar deve conhecer a fundo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*