200917-politica-aleac-tvgazeta

Saúde: remuneração de plantões causa polêmica na Aleac

Lei garante ganhos, mas governo manobra para anular matéria

Sindicatos de categorias vinculadas à Saúde foram ao encontro dos parlamentares para discutir sobre a lei complementar do Governo do Estado, que trata sobre a ampliação do quadro dos Técnicos de Enfermagens e Enfermeiros.

Antes de ser votado na casa, o projeto recebeu emenda a pedido dos sindicatos. O Executivo acabou sancionando e publicou a lei no Diário Oficial do Estado no dia 14 de setembro. Para a surpresa dos profissionais, essa lei equiparou o valor pago pelos plantões extras com o que é pago aos médicos. Assim, em alguns casos, a quantia paga passou de R$ 90 para R$ 600 por plantão.

O problema é que agora o governo alegou que isso foi um equívoco e quer rever a proposta. O relator da emenda, deputado Gehlen Diniz (PP), afirmou que o estado deve se responsabilizar pelo que já foi feito.
Os sindicatos ficaram revoltados com a possibilidade desse aumento não vigorar e, por isso, foram pressionar os parlamentares.

O presidente da Comissão de Saúde, deputado Raimundinho, da base do governo, informou que o Estado pretende tomar três medidas diante desse fato: cancelar os plantões, ou cancelar os atos publicados no Diário Oficial ou fazer alteração na lei.

Os sindicalistas pretendem barrar essa manobra e querem o cumprimento da lei aprovada pelo parlamento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*