3008-politica-emylsonfarias2

Secretário de Polícia Civil fala sobre “Operação Aquiry”

Emylson Farias admitiu que “há pontos que precisam melhorar”

No Gazeta Entrevista desta sexta-feira (29), o Secretário de Polícia Civil do Estado Emylson Farias debateu sobre o cenário da segurança pública no Acre, com destaque para a “Operação Aquiry”.

A operação foi deflagrada nos 22 municípios do Acre e durou quatro dias, tendo como resultado a prisão de 157 pessoas.

Segundo o secretário, os presos praticaram os mais diferenciados crimes. Entre eles: tráfico de drogas, homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e roubo. Ele disse ainda durante a entrevista que o resultado da operação foi obtido graças a ‘investigação qualificada’ realizada pela polícia.

Perguntado sobre se esse grande número de novos presos não prejudicaria o sistema carcerário do Estado Emylson disse que toda logística foi avaliada antes. “Foi conversado com o atual diretor do Iapen, para conseguirmos organizar a situação, para diminuir o impacto nos presídios com essas prisões”, afirmou ele.

Sobre o combate ao crime, o secretário admitiu que o Estado ainda tem que avançar em diversas áreas. “É importante que a gente tenha a união da repressão com outros aspectos. Nós temos, sim, que ter uma repressão muito firme, mas precisamos sim avançar em outras áreas e juntar as duas pontas da corda, trabalhar cada vez mais com aspecto preventivo, com a educação, com o sistema prisional que precisa evoluir”.

Deixe uma resposta