240317-politica-jorgeviana-tvgazeta

Senador quer investigar a Operação Carne Fraca

“Irresponsabilidade” na forma de divulgação

Com a suspensão de abate do maior frigorífico de Rio Branco, o senador Jorge Viana pretende incentivar os colegas de parlamento a pedir uma nova investigação, mas, dessa vez, o alvo não seriam os frigoríficos, mas a própria Operação Carne Fraca da Polícia Federal.

As denúncias de que carne estragada estaria sendo processada e vendida em 21 frigoríficos habilitados a exportar mexeu com o volume das exportações brasileiras na última semana. Quem dependia da venda do gado para movimentar dinheiro vai ficar com animal no pasto e o prejuízo no bolso.

Com a queda das vendas, algumas empresas podem fechar as portas e o segmento, que era tão forte na criação de postos de trabalho, pode começar a demitir.

O senador criticou a forma como as informações foram repassadas. Segundo o senador, também não houve cuidado para proteger um dos setores da economia brasileira com aceitação nos maiores mercados consumidores fora do país.

“A forma irresponsável como a operação foi realizada levou o país a esse prejuízo”, avalia. “Espero que medidas sejam tomadas para evitar danos como esse”.

O senador não deixou de citar que o delegado responsável pela investigação, Maurício Moscardi, foi o mesmo que deflagrou a operação G7 no Acre, na qual empresários e secretários de estado foram presos e três anos depois absolvidos por falta de provas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*