siba

Sindicato das domésticas pede apoio para não aprovação de PL

Acreanas pediram apoio ao deputado Sibá Machado

O Sindicato das trabalhadoras domésticas do Acre está pedindo apoio dos deputados federais para a não aprovação do projeto de lei 224 de 2013, que altera alguns direitos conquistados pela categoria. Hoje, o deputado Sibá Machado (PT) assinou um documento na sede do sindicato firmando apoio à classe trabalhadora.

O deputado Sibá Machado recebeu e vestiu a camiseta do movimento “direito não se reduz, se amplia”. Em seguida recebeu informações sobre o manifesto das trabalhadoras domésticas. O documento assinado pelo deputado traz críticas à versão do Projeto de lei 224 de 2013, aprovada no Senado. Segundo o sindicato das trabalhadoras domésticas do Acre, a redação do projeto de lei retira direitos garantidos que nivelam a categoria com os demais trabalhadores assalariados. “Vai se uma grande conquista se for aprovado do jeito como estava e não como os Senadores aprovaram. Assim, só os patrões tem benefício”, explica a presidente do sindicato, Jane Aparecida.

A versão aprovada pelo plenário sofre críticas em pontos como: o banco de horas sem negociação coletiva, horas extras excessivas, redução de férias para trabalhadores em tempo parcial e trabalho por tempo determinado. Para o deputado Sibá Machado, a maioria dos deputados vai votar contra a regulamentação aprovada pelo Senado. “Eu vou lutar em Brasília com afinco para que a gente consiga mais esse ganho para a categoria dos trabalhadores domésticos”, garantiu.

O mesmo documento será entregue aos demais deputados federais da bancada do Acre. A meta é ganhar apoio para a rejeição do projeto de lei que deve entrar em votação na câmara no mês de abril.

Deixe uma resposta