061117-politica-sintesac-tvgazeta

Sintesac mobiliza para tentar redefinir proposta do Pró-Saúde

Prioridade do sindicato é a manutenção dos empregos

O sindicato da saúde está convocando os funcionários do Pró-Saúde para uma reunião na Assembleia Legislativa do Acre. O encontro marcado para a manhã dessa terça-feira (7) é mais uma tentativa de aprovar um projeto de lei que recria o Pro-Saúde.

O Ministério Público do Trabalho descobriu uma série de irregularidades na contratação dos servidores e o Governo do Estado, para resolver o problema, começou a demitir os trabalhadores e vai colocar na rua mais de 3 mil servidores lotados em unidades de saúde.

Desde julho desse ano, a Secretaria de Estado de Saúde vem demitindo aos poucos esses trabalhadores. Segundo o sindicato da categoria, já passam de 200 os desempregados. O prazo é retirar todos é até o final de 2019.

A secretária geral do Sintesac, Francinete Barros, reclama que os servidores concursados estão sendo demitidos e os trabalhadores provisórios estão ficando. “O governo tinha prometido tirar os contratos precários, mas inverteu a ordem e está demitindo quem passou em concurso”, apontou.

Para o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, o governo deveria lutar para readequar o Pró-Saúde e não demitir os servidores que são necessários nos hospitais.

O projeto de lei que recria o Pró-Saúde está sendo analisado pela base do governo, mas não existe previsão de quando volta para a Assembleia. O problema é que muita gente que está prestes a perder a fonte de renda.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*