thumb perpetua

Soldados da borracha: deputada que urgência na indenização

PEC está há oito anos tramitando no Congresso

Enquanto o Senador Anibal Diniz tenta encontrar uma forma de contemplar os sindicatos dos aposentados, a deputada federal Perpétua Almeida quer pressa numa decisão em que os aposentados como soldados da borracha possam receber uma indenização de R$ 25 mil. A parlamentar está entrando em contado com vários senadores para tentar apartar o projeto de emenda a constituição que prevê o pagamento da indenização.

A ideia é manter uma PEC com os valores indenizatórios, que seria votada em regime de urgência e montar outra matéria com o valor do benefício e o indexador, que atualmente é usado como base o salário mínimo.

a PEC aprovada na câmara federal há 30 dias, permite, além da indenização, um reajuste de pouco mais de R$ 100,00 no valor do beneficio, que atualmente são dois salário mínimos. Os sindicatos pedem um reajuste para sete salários mínimos, como não conseguiram estão revoltados com o acordo feito entre os deputados e o governo federal.

Para a indenização valer basta o senador aprovar a PEC, mas com a insatisfação dos sindicatos, ela não deve entrar na pauta de votação tão cedo.

Segundo a deputada federal  Perpétua Almeida, nesses 30 dias soube que seis soldados da borracha faleceram. Como corre contra o tempo está apresentando uma nova proposta.

Essa é mais uma discussão que entra na pauta da PEC dos soldados da borracha que está há oito anos tramitando no Congresso.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*