thumb taumaturgoTribuna

Taumaturgo Lima pede a recuperação imediata da BR-364

Na tribuna, deputado mostrou os estragos da cheia do Madeira

Ao usar a tribuna da Câmara, nesta segunda-feira 14, durante o Grande Expediente, o deputado Taumaturgo Lima (PT-AC) fez um veemente apelo à presidente Dilma Rousseff, ao ministro César Borges (Transportes) e ao diretor-geral do Denit, Jorge Fraxe, por ações imediatas, neste momento de vazante dos rios Madeira e Acre. O parlamentar acreano se referiu à recuperação da BR 364 e das demais áreas atingidas em razão da maior cheia na região dos últimos vinte anos.

De acordo com o parlamentar, o Acre teve consequências graves com a enchente do Madeira tendo que enfrentar o isolamento, a falta de alimentos e combustíveis e, agora continua merecendo uma atenção especial do governo federal por conta dos problemas de saúde que são comuns entre a população ribeirinha durante a vazante dos rios.

Nesse sentido, o deputado Taumaturgo Lima destacou na gestão do governador Tião Viana a execução do programa Cidade do Povo que objetiva tirar das áreas de risco os moradores atingidos pelas enchentes que anualmente afligem centenas de famílias de Rio Branco. “O programa que o governo do estado desenvolve possui infraestrutura necessária como transporte, saneamento, segurança, saúde e lazer” – elogiou.

Além do programa Cidade do Povo, Taumaturgo Lima elogiou os programas de inclusão social que o governo do Partido dos Trabalhadores desenvolve no Acre desde a gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que merecem uma atenção especial no governo da presidente Dilma Roussef como o “Minha Casa, Minha Vida” e “Moradia Rural”

Ao finalizar o discurso, o parlamentar petista disse que fez questão atuar na Comissão da Amazônia como membro titular porque, no colegiado, é possível participar dos debates e da elaboração de propostas de interesse dos povos da Amazônia. “Somos da Amazônia, estamos preservando há anos e não temos a compensação necessária” – disse ele. Na região, segundo o parlamentar, o produtor ainda trabalha como na pré-história, com machado e enxada, sem nenhuma tecnologia. “Cerca de 20 milhões de pessoas precisam de apoio e a Amazônia clama por mais investimentos”, – apelou o deputado à presidente Dilma.

Durante o discurso, Taumaturgo Lima foi aparteado pelos deputados Padre Ton (PT-RO), Luiz Couto (PT-PB), Mauro Benevides (PMDB-CE) e Domingos Dutra (SDD-MA).

Deixe uma resposta