thumb tiao

Tião quer união institucional para barrar violência

Governo inicia ações para dar uma resposta à sociedade

O governador Tião Viana realizou no início da noite desta terça-feira, 24, uma coletiva de imprensa na Casa Civil para anunciar a criação de uma aliança estratégica institucional que irá priorizar a Segurança Pública do Estado. O governo entende que esta se tornou uma questão de urgência e começa a organizar ações para dar uma resposta imediata à sociedade e aumentar a tranquilidade do povo acreano.

“A segurança é um problema permanente. Iremos atrás de melhores resultados e aumentaremos ainda mais o compromisso com a sociedade para que o nosso povo se sinta seguro”, disse o governador Tião Viana. Fazem parte da aliança o governo do Estado, o Tribunal de Justiça, o Ministério Público e os membros do Sistema de Segurança Pública, como Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Instituto Penitenciário e Corpo de Bombeiros.

Tião Viana também lembrou que 750 novos agentes de segurança pública estão sendo contratados e treinados. Além disso, o Acre mantém um dos menores índices de homicídios da região Norte, abaixo da média brasileira, mas os atuais números ainda preocupam. Ações policiais também estão sendo tomadas para garantir a defesa do patrimônio. E em breve haverá concursos públicos para delegado de Polícia Civil, perito criminal e agente penitenciário.

A procuradora-geral do Ministério Público do Estado, Patrícia Rêgo, reforçou que o MPE passará  a se dedicar muito mais à resolução dos atos de violência e atentado a vida. “É um momento realmente necessário para essa parceria e a busca de ações que sejam mais efetivas. Queremos dar respostas o mais rápido possível”, disse a procuradora.

Já o presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Roberto Barros, reforçou que o TJ irá se manter mais atento principalmente no acompanhamento e controle das pessoas em prisão semiaberta. “Precisamos dessa união para ter uma visão coletiva, como um todo, do que enfrentamos hoje. A partir de amanhã, todos os promotores passarão a fazer parte direta dessas ações”.

Deixe uma resposta