thumb 11mil2

Tião Viana recebe Comitê em Defesa dos 11 mil

Servidores estão ameaçados de demissão após decisão do STF

O governador Tião Viana recebeu na manhã desta sexta-feira, 18, representantes do Comitê em Defesa dos 11 mil servidores ameaçados de demissão pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Participaram das discussões deputados estaduais, o representante da Procuradoria Geral do Estado (PGE), secretários de Estado, presidentes de vários sindicatos e assessores de governo.

Durante o encontro, Tião Viana reafirmou o apoio incondicional a esses servidores e garantiu que o Estado está  empenhado, por meio da PGE, em buscar os mecanismos legais para garantir que todos eles permaneçam em suas funções. “Para o governo, isso é sagrado. Essas pessoas foram autorizadas a trabalhar, e nós estamos fazendo o impossível para que elas não sejam prejudicadas e tenham garantida a sua dignidade”, disse.

O deputado estadual Moisés Diniz, presidente do Comitê em Defesa dos 11 mil, agradeceu o apoio do governo e se mostrou entusiasmado com as sugestões dadas pelo governador e que devem nortear as ações daqui para frente. “Nós já tínhamos o apoio do governador a essa luta”, afirmou.

Raimundo Correia, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Enfermagem, disse que o encontro serviu para que o governador reafirmasse o compromisso com os trabalhadores e com a sociedade. “Para nós, esse apoio é muito importante. O governador disse que está do nosso lado. Essa é uma causa justa e o Estado não vai desistir de manter esses servidores trabalhando. Acredito que todas as categorias vão sair vitoriosas”, declarou.

O encontro terminou com Tião Viana sugerindo que a articulação entre todas as bancadas ocorra de maneira mais enérgica e que possa envolver também os demais Estados brasileiros atingidos pela decisão do STF.

Tião Viana recebe Comitê em Defesa dos 11 mil

Servidores estão ameaçados de demissão após decisão do STF

O governador Tião Viana recebeu na manhã desta sexta-feira, 18, representantes do Comitê em Defesa dos 11 mil servidores ameaçados de demissão pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Participaram das discussões deputados estaduais, o representante da Procuradoria Geral do Estado (PGE), secretários de Estado, presidentes de vários sindicatos e assessores de governo.

Durante o encontro, Tião Viana reafirmou o apoio incondicional a esses servidores e garantiu que o Estado está  empenhado, por meio da PGE, em buscar os mecanismos legais para garantir que todos eles permaneçam em suas funções. “Para o governo, isso é sagrado. Essas pessoas foram autorizadas a trabalhar, e nós estamos fazendo o impossível para que elas não sejam prejudicadas e tenham garantida a sua dignidade”, disse.

O deputado estadual Moisés Diniz, presidente do Comitê em Defesa dos 11 mil, agradeceu o apoio do governo e se mostrou entusiasmado com as sugestões dadas pelo governador e que devem nortear as ações daqui para frente. “Nós já tínhamos o apoio do governador a essa luta”, afirmou.

Raimundo Correia, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Enfermagem, disse que o encontro serviu para que o governador reafirmasse o compromisso com os trabalhadores e com a sociedade. “Para nós, esse apoio é muito importante. O governador disse que está do nosso lado. Essa é uma causa justa e o Estado não vai desistir de manter esses servidores trabalhando. Acredito que todas as categorias vão sair vitoriosas”, declarou.

O encontro terminou com Tião Viana sugerindo que a articulação entre todas as bancadas ocorra de maneira mais enérgica e que possa envolver também os demais Estados brasileiros atingidos pela decisão do STF.

 

Deixe uma resposta