171219-ilderlei-cordeiro 410 305

TRE cassa mandado de Ilderlei Cordeiro

Julgamento aconteceu de forma remota

Marcado para ocorrer de forma remota, o julgamento do recurso impetrado por Ilderlei Cordeiro, prefeito de Cruzeiro do Sul, foi realizado na tarde desta quarta-feira (12).
Em primeira instância, o juiz da 4º Vara Eleitoral, Erik da Fonseca, cassou o mandato do prefeito de Cruzeiro do Sul e do vice, Zequinha Lima, acusados de tentar comprar a candidatura de um vereador nas eleições de 2016.

O prefeito pode recorrer da decisão sem se afastar do cargo.

No julgamento do recurso, o advogado de Ilderlei, alegava que o cliente não teria cometido nenhum crime relacionado a abuso de poder político ou econômico. Hilário Castro Melo, responsável pela defesa do prefeito, ainda argumentou que, para ele, o TRE do Acre não estaria autorizado a avançar com a matéria. O motivo seria que o Supremo Tribunal Federal avocou a competência onde envolve gravações clandestinas.

Hilário destacou ainda, a necessidade das gravações, que foram usadas como prova, serem periciadas. Mas, por unanimidade, a corte eleitoral validou as provas. A sessão chegou a ser suspensa e, ao retornar, os sete membros determinaram que, tanto o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei cordeiro, quanto o vice-prefeito da cidade, Zequinha Lima, fossem imediatamente afastados do cargo. Quem agora passa a responder pela prefeitura local até as eleições municipais de novembro, é Clodoaldo Rodrigues, presidente da câmara de Cruzeiro do Sul.

Deixe uma resposta