310519-corte-eleitoral

TRE decide pela cassação de Josa da Farmácia

Foram três votos a dois na Corte Eleitoral

A corte eleitoral realizou na manhã desta sexta-feira (31) e por três votos a dois, decidiu pela cassação do deputado Antônio Josenildo Inácio da Silva. Josa da Farmácia foi alvo de investigações realizadas pela operação Sufrágio, desencadeada pela Polícia Federal.

O deputado teve o diploma cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas como a decisão não tem efeito imediato, ainda cabe recurso ao TRE.

O texto que resultou na cassação aponta crimes que envolvem abuso de poder econômico, que podem ter refletido em fraude no resultado das eleições.

Josa da Farmácia não apareceu hoje na Assembleia Legislativa do Acre e nem foi localizado para falar sobre a decisão.

A ação de compra de votos, que teria sido realizada em Cruzeiro do Sul, envolve um vereador do município que atuava como cabo eleitoral. Segundo as investigações, o vereador teria conseguido votos por meio de agendamento de exames, de pagamento de dívidas e fornecimento de combustíveis, entre outras ações suspeitas e proibidas durante campanhas eleitorais.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*