301116-politica-ufacmobilizacao-tvgazeta

Ufac: agenda de protesto e manifestações continua

João Quantim de Morais analisou cenário político

Professores e estudantes da UFAC estão mobilizando manifestações contra medidas políticas que também afetam a Educação. Na tarde desta terça-feira, houve palestra na Associação dos Docentes. Outras atividades estão previstas para os próximos dias.

A Ufac não aderiu à greve nacional das universidades públicas, mas mantém uma agenda de manifestações. Nesta terça-feira, houve paralisação, mas parte dos professores não aderiu. Quem aceitou cruzar os braços acompanhou uma palestra, no período da tarde, promovida pelo filósofo João Quantim de Morais. O pensador escreve livros sobre o Marxismo e o militarismo no Brasil.

“Todos os que se manifestaram em defesa dessa medida falharam com a medida por que diz que não vai congelar os gastos com educação e saúde. Não vai congelar em termos nominais, quer dizer que os valores de 2025, 2030 não serão os mesmos de hoje. E esqueceram, entre aspas, de dizer que o congelamento é uma quebra do poder aquisitivo”, disse Morais.

A palestra, assim como o movimento que divide docentes, era sobre política. Entre outros assuntos, João falou sobre a crise da esquerda no Brasil e por que se posiciona contrário a PEC 55, que limita os gastos públicos.

A Adufac convidou senadores acreanos para debater as medidas que estão sendo votadas, mas não houve confirmação de nenhum. Outra ação foi de cobrar do reitor da Universidade um posicionamento sobre os temas políticos em debate.

Para os docentes que aderiram à paralisação desta terça-feira, a PEC 55 não congela investimentos em saúde e Educação e sim, reduz investimentos nessas áreas. Quanto à Medida Provisória que reformula o Ensino Médio no país, eles acreditam que o tema precisa ser amplamente discutido antes de ser votado.

“Não é um caso excepcional, a sociedade quer opinar. Nossa critica é pelo modelo que está proposto”, afirma o presidente da Adufac, Sávio Maia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*