thumbr camaravereadores

Vereador critica transporte para deficientes

 
Marcelo Jucá disse que veículos funcionam em precariedade
Os vereadores de Rio Branco não deixaram de realizar a sessão ordinária desta terça-feira (8), dia de jogo do Brasil. A sessão começou duas horas mais cedo e os trabalhos não ficaram comprometidos. Atenção à pessoa portadora de necessidades especiais foi um dos assuntos em debate.
 
Como nas demais sessões, em dia de jogo da seleção brasileira, a câmara de vereadores iniciou o expediente mais cedo. Por volta das 8 da manhã, os legisladores abriram com debates e posteriormente a apresentação de projetos. Problemas no transporte público foi um dos temas em discussão.
 
Presidente da comissão de direitos humanos, o vereador Marcelo Jucá (PSB) expôs reclamações de portadores de necessidades especiais que não estão tendo a atenção devida quando precisam dos veículos adaptados. “Das quatro kombis que fazem o transporte desse pessoal apenas duas funcionam, sendo que uma está em situação precária e sem a segurança devida”, denuncia.
 
A pessoa com deficiência também foi defendida através de uma proposta de emenda a lei orgânica, apresentada pela vereadora Eliane Sinhazique (PMDB). Ela sugere que os servidores públicos com filhos deficientes, tenham o direito a trabalhar somente meio expediente. “Essas famílias com crianças, dependentes precisam pagar empregada ou pessoas para tomarem conta e com a redução de 50% na carga de trabalho, poderiam deixar o filho com algúem da família e no horário vago se dedicar a cuidar da criança”, justifica.
 
Segundo a parlamentar, em outros municípios do país, esse benefício é garantido e a alteração da lei orgânica faz justiça às necessidades dessas famílias.

Deixe uma resposta