Banner CamaraVereadoresRB

Vereadores querem se unir a deputados no combate à violência

Comissão está sendo formada para o início do enfrentamento

Um grupo de vereadores de Rio Branco se reuniu nesta manhã de quarta-feira, 30, para montar uma comissão que vai buscar ajuda dos deputados estaduais no combate à violência que tomou conta da cidade.

Assim que o grupo estiver formado, a mesa diretora da Assembleia Legislativa será avisada e marcada uma possível reunião. Segundo o vereador Raimundo Vaz, não dá para os poderes ficarem omissos diante do terror que se instalou na cidade.

Com a ajuda dos deputados, a Câmara espera exigir mais ações enérgicas da segurança pública do Estado.

Dois vereadores já tiveram as casas invadidas pelos bandidos. O presidente da casa, Roger Correia, e, na semana passada, Raimundo Vaz, que foi amarrado junto com a esposa e os filhos enquanto os ladrões levavam o que queriam.

Segundo o vereador Rabelo Góis, sem uma ação efetiva da segurança pública, as vitimas estão em todas as classes sociais. E, citou o caso do Juiz Romário Divino, que nessa terça-feira passou pelo terror de uma arma apontada para sua cabeça, ameaças que estendiam para sua esposa. Quase ao mesmo tempo, um comerciante no bairro Tangará,  perdia quase toda a mercadoria da loja. Os bandidos invadiram sua casa e levaram o que ele gastou 20 anos para conseguir.

Os vereadores de Rio Branco convocaram a cúpula da segurança pública na semana passada. Os parlamentares falaram sobre as impressões de medo que tomou conta da cidade. Uma semana depois do encontro, nada foi feito e  a situação ficou pior ainda.

Agora um grupo vai montar uma comissão e procurar a Assembleia Legislativa para unir forças e ter mais poder para exigir do governo do Estado uma resposta rápida e eficiente.

Na Assembleia, a proposta foi bem recebida. O deputado Astério Moreira disse que falta apenas a comissão ser montada, na Câmara, marcar a data para que juntos formem uma aliança, que seja forte na cobrança de ações mais enérgicas por parte da Secretaria de Segurança.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*