A deputada Jessica Sales (PMDB), da ala rebelde do partido, recuou da decisão e agora vota e defende a ala governista do PMDB. Deixou Cunha pra lá e virou Picciani “desde criancinha”.

Será?

Vice-prefeito de Porto Acre teria optado por dispensar o salário da função e permanecer recebendo o salário da educação, pela qual tem dois contratos. Assim ganha mais.

No ninho

A deputada Jessica Sales (PMDB), da ala rebelde do partido, recuou da decisão e agora vota e defende a ala governista do PMDB. Deixou Cunha pra lá e virou Picciani “desde criancinha”. A exoneração dos peemedebistas de cargos federais no Acre, que já estava na ponta da agulha, não aconteceu…

Fora

Ninguém se surpreenda se em âmbito nacional, o PCdoB, adotar uma postura de distanciamento do PT. Por conta dos últimos acontecimentos e da guinada francamente neoliberal do governo Dilma, as relações entre os irmãos siameses, não estão muito boas. Além disso, é voz corrente no país o anúncio do “fim do ciclo”. No Acre, dificilmente as coisas mudarão entre os dois partidos.

Só rindo

Esse oba oba sobre a ferrovia que vai cortar o Acre para chegar aos portos do Pacífico, se justifica, de fato, pelo o quê? Ver locomotivas de carga passando incentiva a economia local como? Leitor mordaz diz que a secretaria de Turismo vai inventar um #partiuAcre, incentivando as pessoas a fazerem piqueniques a beira da rodovia e registrar o barulho do motor.

Fato

A ex-deputada federal e sempre poderosa Antonia Lúcia ofereceu o DNIT ao deputado estadual Jonas Lima (PT), se ele fosse para o PR. Jonas não quis conversa… por enquanto. Depois da eleição municipal, tudo poderá mudar de configuração.

Namoro

O namoro entre o sub-secretário de Educação e o REDE de Marina Silva, anda forte. Embora entre os comunistas a conversa seja que “Marina anda atrás do Moisés, mas, ele não vai não”, a bolsa de apostas aponta para outro resultado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *