A nomeação de Stênio Melo para a direção-executiva da Amac causou certa revolta dentro da FPA. Muita gente não entende porque o governador insiste em dar mais atenção para quem quase não colaborou com sua reeleição. Os aliados estão a pão e água.

Impressionado

O ministro da Pesca, Helder Barbalho, ficou impressionado com o projeto de piscicultura acriano, tanto que comentou que ele poderia ser utilizado em qualquer outra federação.

Declaração

Nas palavras do ministro, “este é o olhar que o Brasil precisa ter, de que a piscicultura é seguramente uma atividade que aquece a economia”.

Convênio I

Na ocasião, o ministro assinou dois convênios. O primeiro foi na ordem de R$ 1,4 milhão e foi firmado com a prefeitura de Rio Branco e servirá para construção do Mercado do Peixe na Central de Abastecimento de Rio Branco (CEASA).

Convênio II

O segundo convênio, no valor de R$ 5 milhões, foi assinado com o Governo do Acre e servirá para abertura de novos tanques em diversas comunidades espalhadas nos 22 municípios do Estado.

FPM

As prefeituras das cidades de todo o país recebem nesta sexta-feira, 30, o terceiro e último repasse de janeiro de 2015 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

No Acre

Para o Acre, o montante será de R$ 15,4 milhões. O valor, esse ano, em relação à mesma época do ano passado, teve um aumento de R$ 1,3 milhão.

Ex-deputados

Está marcada para quarta-feira a posse dos ex-deputados estaduais em cargos da administração estadual. Jamyl Asfury assume a secretaria de Habitação, Elson Santiago será secretário especial e Astério Moreira adjunto de comunicação.

Posse

O governador viaja segunda-feira para Brasília, volta na terça e na quarta empossa os novos colaboradores.

Escolhido

Stênio Melo, novo diretor executivo da Amac, é do PV e sua nomeação foi uma das promessas feitas por Tião Viana (PT) ao partido, para que a sigla não seguisse o deputado federal Henrique Afonso à sua aventura na oposição.

Pão e água

Essa nomeação de Stênio causou certa revolta dentro da FPA. Muita gente não entende porque o governador insiste em dar mais atenção para quem quase não colaborou com sua reeleição. Os aliados estão a pão e água.

Charlene Lima

A publicitária Charlene Lima quer viver o outro lado da moeda. Decidiu abandonar os bastidores da política acriana e disputar uma vaga no parlamento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *