A notícia mais chocante, na arena política, não foi a consequência da rebelião dos nanicos. A notícia Política mais importante do dia foi o assassinato de um jovem de 14 anos em Cruzeiro do Sul. O que isso tem a ver com Política? Tudo a ver.

Paz dos cemitérios

No início da noite de ontem, o governador Tião Viana se reuniu com três representantes dos partidos nanicos que integram a Frente Alternativa: José Luiz Tchê (PDT), Francimar Asfury (PTN) e Julinho Zuza (PRP). Os três chegaram a elaborar uma nota: voltam a conversar com o governador após a definição do PSDC (se fica ou não na Frente Popular).

Paz dos cemitérios II

Conseguiu-se um silêncio temeroso na Frente Popular até que os interventores da Executiva Nacional do PSDC definam o que vão fazer.

Bastidores

Mas, durante a tarde de sexta-feira, a reunião do conselho político da Frente Popular foi a portas fechadas, mas, fonte informa que o governador contou quantos partidos estavam presentes e disse: “Temos 10 partidos. Com 10 partidos eu ganho a guerra!”

“O dono”

Para os dirigentes dos partidos que integram a Frente Alternativa, Tião Viana age como “o dono” da Frente Popular, decidindo tudo. Segundo eles, o governador não teria legitimidade para isso. No máximo, poderia falar pelo PT e, mesmo assim, só se fosse autorizado pelas executivas, municipal e estadual. O rito obedece a essa lógica.

Kamikaze

Na avaliação de militantes (inclusive do PT), o posicionamento da equipe do governador (belicosa) está escrevendo os últimos capítulos da FPA no poder. Ninguém entende esse gosto de sangue de alguns asseclas. Para outros, a postura kamikaze do governador e equipe é uma briga pessoal dos irmãos. Nessa última análise, a intenção seria exatamente essa: acabar com a carreira política de Jorge Viana… Conta-se o milagre, não o santo.

Erro

O erro de avaliação no trato dos partidos nanicos é tão grave e de consequências tão imprevisíveis que pode mudar o rumo da política no Acre. Por exemplo, se os nanicos que querem permanecer na FPA forem empurrados para oposição, o Governo do Estado vai perder todos os embates na Assembleia Legislativa. Os 15 votos (7 da Frente Alternativa, mais os 8 da oposição), são o suficiente para não aprovar nenhuma matéria de interesse do executivo. Sem contar que são votos suficientes para eleger uma nova mesa diretora e aí se segurem!…

Fato Político

Seja como for, a criação da Frente Alternativa, e as consequências desse ato, foi o ato político mais importante desde a criação da Frente Popular no Acre. E, independente de posicionamentos, vem movimentando a política regional nas últimas semanas.

Guerra

A guerra está declarada entre o governador Tião Viana (PT) e o deputado Eber Machado (PSDC), na arena do partido. Enquanto o primeiro se comprometeu em manter o antes desafeto Afonso Fernandes na presidência, o segundo pretende ficar com o cargo para si. Nessa guerra, sobram dossiês e falta bom senso. De um lado a ameaça de reabrir um processo de pedofilia. De outro, a de divulgar um vídeo de motorista embriagado. Sai da seara política, direto para a de polícia.

Responsabilidade

A notícia mais chocante de ontem, na arena política, não foi a rebelião dos nanicos e suas consequências. A notícia Política mais importante do dia foi o assassinato de um jovem de 14 anos em Cruzeiro do Sul. O que isso tem a ver com Política? Tudo a ver. O algoz de Francisco Alciélio Gonzaga da Silva é outro jovem, quase uma criança: tem apenas 13 anos.

Responsabilidade II

Você não se sente responsável por essa morte, leitor? Pois deveria. Uma criança de 13 anos que mata outra é uma falha de todos: jornalistas, advogados, políticos com mandato, políticos sem mandato, engenheiros, padres, pastores, engenheiros de computação, padeiros etc etc. A mão que guiou a faca daquele menino para o peito do amigo estava amparada pelas mãos de todos. Enquanto essa responsabilidade não for sentida por todos, o problema não tem perspectiva de resolução.

Dia 4

No dia 4 de outubro, por exemplo, tem-se uma boa oportunidade de que se reveja a postura em relação às políticas voltadas para a Criança e o Adolescente: acontece a eleição para os conselheiros tutelares. A participação é importante. Não é obrigatório votar, mas é importante. Quem está em dia com a Justiça Eleitoral pode votar.

Relações

É preciso relacionar os casos de corrupção da Lava Jato com o assassinato do menino em Cruzeiro; é preciso relacionar a desqualificação dos parlamentos na Câmara Federal, Aleac com o assassinato do menino em Cruzeiro; é preciso relacionar a ingerência na máquina pública com o assassinato do menino em Cruzeiro.

 

Foto de ilustração: Juruá On Line

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *