2021 foi o ano com mais mortes e casos de covid-19 registrados no Acre

Em contrapartida, 2020 terminou em um pior cenário da pandemia do que 2021

Por Gisele Almeida e Pâmela Freitas

O ano de 2021 terminou com 46.764 casos por covid-19 registrados no Acre. Um aumento de mais de 5 mil casos de infecção se comparar com o primeiro ano da doença, 2020. Além disso, houve um aumento de 261 mortes. Em 2020, o estado registrou 795 óbitos pela doença, enquanto em 2021 foram 1.056.

Esse levantamento foi realizado pelo site Agazeta.net com base nos boletins diários divulgados pela Secretária de Estado da Saúde do Acre (Sesacre).

Além disso, o primeiro semestre de 2021 foi o momento em que mais se registrou mortes e casos por covid-19. O mês que mais registrou casos por coronavírus foi março, com 12.123, e seguido por fevereiro com 9.067 novos casos. Contudo, os meses que mais obtiveram mortes registradas foram abril, com 267 óbitos, e em seguida maio, com 264 vidas perdidas para a doença.

Os meses que menos registraram casos por covid-19 no estado em 2021 foram setembro, com 98 pessoas infectadas, seguido por outubro, com 126. Já dezembro e novembro registraram três óbitos cada, dessa forma, foram os meses que menos registraram mortes.

Apesar desses dados, o ano terminou com uma grande diferença nos números, se compararmos 2020 com 2021. Enquanto no dia 31 de dezembro de 2020 o Acre possuía 219 pessoas internadas em decorrência da doença e 321 pessoas aguardavam resultados de exames, em 2021, o estado possuía quatro pessoas internadas e outras 62 aguardando resultados de exames.

A vacinação deve ser entendida como o principal fator para a diminuição de casos e mortes não só no Acre, mas em todo o país. Com o avanço da imunização, temos quadros menos graves da doença, e consequentemente, menos óbitos.

Deixe uma resposta