Médicos do Igesac entram em greve por tempo indeterminado

Os profissionais reivindicam os mesmos direitos que as outras categorias da saúde contratadas pelo antigo Pró-Saúde

Os médicos do Instituto de Gestão de Saúde do Acre (Igesac) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, a partir do dia 12 de dezembro. A votação ocorreu durante a assembleia geral extraordinária (AGE) realizada na noite de quarta-feira, 30, quando a classe verificou que não existiram avanços nas negociações com a gestão.

Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), Guilherme Pulici, a luta é pela isonomia. Os profissionais reivindicam os mesmos direitos que as outras categorias da saúde contratadas pelo antigo Pró-Saúde, atual Igesac.

“A gestão parece discriminar os médicos e as reivindicações. Há meses buscamos negociar, e nossas demandas acabaram negadas, sendo aceitas quando outras categorias apresentaram os mesmos pedidos”, explicou o sindicalista.

Os médicos estão há sete anos sem avanço salarial e reivindicam a redução de 13 para 12 dos plantões mensais, além de 30% de gratificação para os plantões noturnos. As outras categorias já conquistaram esses mesmos avanços que foram negados para os médicos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*