Ministério Público cobra a aplicação da terceira dose da vacina nos presídios

Risco da variante Omicron chegar ao estado reforça a necessidade da vacinação

Em decorrência do aumento no número de casos de covid-19 em todo o estado do Acre, o Ministério Público cobra a aplicação da terceira dose da vacina nos presídios. O risco da variante Omicron chegar ao estado também reforça a necessidade da aplicação desta dose de reforço.

Segundo o promotor de justiça Tales Fonseca Tranin, da 4ª Promotoria Criminal de Execução Penal e Fiscalização de Presídio, foi oficializado nesta quinta-feira, 13, o pedido de vacinação para Secretaria Estadual e Municipal de Saúde, “tendo em vista o surgimento dessa cepa Omicron, que tem uma fácil disseminação, a vacinação imediata de todos os reeducandos aqui da capital é urgente já que a terceira dose, não foi dada ainda”.

“Então pra gente evitar tragédia e uma disseminação maior, o Ministério Público está intervindo neste assunto, neste momento. A terceira dose da vacina contra a covid-19 traz uma maior proteção contra a doença e já vem sendo muito utilizada no estado do Acre. Resguarda os agentes, os reeducandos e as visitas que visitam os reeducandos”, conclui o promotor.

Com informações de Aline Rocha

Deixe uma resposta