Paciente foge do Into após testar positivo para covid-19

O homem tem 60 anos e é residente da cidade de Manaus

Um homem de 60 anos, residente da cidade Manaus, Amazonas, veio ao Acre na quarta-feira, 02, da semana passada pra uma série de eventos. No sábado, 04, ele se sentiu mal, fez o teste e deu positivo para covid-19. Então ele foi internado no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), quando na segunda-feira, 06, ele se deu alta pra tentar retornar pra Manaus.

O INTO então informou a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) que liberou o plano de contingência no Aeroporto Internacional de Rio Branco com a Vigilância Sanitária e a Polícia Federal. O diretor técnico da Vigilância Sanitária, Edvagner Prado, explicou como foi feita toda a ação:

“Segunda-feira ele como estava com o check-in feito, marcado pra ir embora. Disse que ia embora do Into e se auto deu alta. E assinou um termo, já que o hospital não pode reter o paciente. Ele disse que ia embora e assinou o termo foi nesse momento que o Into nos avisou. E nós acionamos o plano de contingência do estado junto com o plano de contingência que tem no aeroporto, que é comunicar a autoridade sanitária federal, a Anvisa junto com a Polícia Federal e a Infraero. O procedimento foi: o cancelamento do check-in e ficaram aguardando a chegada dele”.

“Quando ele se identificou, as autoridades policiais e sanitárias que estavam no aeroporto abordaram, explicaram a situação e aí já de imediato isolaram, foi acionado o Samu para que fosse levado para o Into, não como uma forma de prende a pessoa ou manter alguma forma de cativeiro, mas sim com a intenção nossa maior de ajudar, de tratar pra que ele não disseminasse essa doença e saísse do estado do Acre curado, que é a principal intenção nossa, a nossa principal política de saúde é preservar a vida. E com essa ação eu creio que nós preservamos muitas vidas, né? É um homem de 60 anos, ele “tá” bem, consciente, teve uma melhora, ele já “tá” melhor, só que ele só vai poder viajar daqui a 14 dias quando o resultado der negativo”.

Com informações de Márcio Souza

Deixe uma resposta