Peru decreta estado de emergência após surto de gripe aviária

A migração de aves contaminadas pode levar a doença a atingir a Améria Central e do Sul

Autoridades do Peru, que faz fronteira com o estado do Acre, declararam na terça-feira (29) estado de emergência sanitária devido ao surto de gripe aviária que ocorreu nas últimas semanas. Mais de 13 mil aves, principalmente pelicanos, morreram devido a doença.

O Serviço Nacional de Sanidade Agropecuária (Senasa) peruano declarou um alerta sanitário na semana passada para evitar a propagação da gripe aviária tipo A, subtipo H5N1. A entidade explicou que o vírus pode se espalhar em “aves de quintal (perus, patos, galinhas e galos)” e em granjas comerciais.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) alertou sobre a migração sazonal das aves, que pode causar a doença na América Central e do Sul.  As autoridades peruanas estão preocupadas que a contaminação afete as granjas e cause grandes prejuízos aos criadores.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*