Sábado, 19 de Junho de 2021
Você está aqui: Home Polícia Homem suspeito de participar de tiroteio na Cidade do Povo é preso

Polícia

Homem suspeito de participar de tiroteio na Cidade do Povo é preso

Segundo a polícia, o homem pertence a organização criminosa

A Polícia Civil do Acre prendeu na manhã desta quarta-feira (5) no bairro Vitória, um homem de 20 anos que estava sendo investigado por ser o suposto responsável por coordenar ataque a rivais ocorridos no conjunto habitacional Cidade do Povo.

O acusado, segundo a polícia tem envolvimento com uma organização criminosa e foi apontando como um dos responsáveis pelas ações criminosas ocorridas no conjunto habitacional Cidade do Povo. Além desse suspeito, a polícia civil já prendeu outros quatros suspeitos de integrar a organização criminosa que participaram da ação criminosa na Cidade do Povo.

O investigado foi preso em um residência no bairro Vitória, na parte alta da cidade, onde, de acordo com a polícia, estava escondido desde o dia do crime. O local passou por minuciosa revista para coletar elementos que possam comprovar a autoria de outros delitos.

A polícia informou que o homem também é investigado pelo cometimento de vários homicídios ocorridos antes da data do confronto ocorrido em 5 de abril deste ano.

A polícia civil considera o homem como alguém de alta periculosidade, já que, de acordo com as investigações participou de várias ações criminosas que aconteceram na capital acreana nos últimos cinco anos. Um dos casos, para a polícia, ele foi um dos autores de disparos de armas de fogo que aconteceu no dia 5 de abril de 2021.

De acordo com a polícia quando o ataque aconteceu, os envolvidos no crime roubaram uma caminhonete e uma motocicleta para fuga. Alguns metros depois, eles abandonaram os veículos e conseguiram fugir do local. A polícia recuperou os veículos roubados, mas nenhum dos envolvidos foi preso na época.

Para polícia o envolvimento do acusado foi comprovado por sua aparição em um vídeo onde o mesmo empunha arma de fogo e realizava disparos, ele foi encaminhado à Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa para procedimentos de praxe, onde será interrogado pelo delegado Cristiano Bastos e em seguida será colocado à disposição da justiça.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado